Carros de rua

Carros de rua hoje são bastante procurados. Carros que procuramos para o nosso dia a dia ou como no dito popular, carro pra bater... Mas existem varias questões para se levar em conta quando o assunto são carros de rua: Manutenções, gastos usuais, prevenções, despesas e outras centenas de coisas.

Principalmente, quando usamos um carro para fins profissionais, as despesas se multiplicam. Mais pneus, mais pastilhas de freio, mais óleo pra tocar, correia, filtro do ar condicionado, filtro de combustível. E sem falar nos imprevistos. Uma batidinha aqui, uma raladinha ali, o manobrista que não prestou atenção no que estava fazendo...

Porém ter um carro de rua, tem as suas vantagens. O conforto: você esta sentado, se estiver frio, você pode fechar os vidros e ligar o ar quente se possível, se estiver calor, basta ligar o ar condicionado ou abrir as janelas, se você é fumante, pode acender um cigarro, ta com sede, você pode parar em um posto ou em uma padaria. Voce pode ouvir a musica que quiser sem ter aquela sensação de que está incomodando e ainda pode cantá-la se for a sua musica preferida. Se você carrega uma monte de malas, sacolas, livros, revista, coisas do trabalho ou da faculdade, basta abrir a porta e arremessar tudo no banco traseiro.

Mas também tem as suas desvantagens. Ficar um tempão parado no trânsito, ter que aguentar os motoboys buzinando e passando na sua frente do nada, rezando pra que eles não caiam na sua frente, não batam no seu carro ou simplesmente, não levem o seu retrovisor embora. Sem contar as barbeiragens de outros motorista. Nessas horas, tem quem preferiria largar o carro no primeiro estacionamento e ir a pé. Mas isso é normal, como dizem, todo lado bom tem o seu lado ruim.

Nos dias de hoje, sempre vemos os mesmos carros de rua, mas as vezes, sempre aparece algum tipo diferenciado. Alguns até charmosos, outros esquisitos. Tem aqueles que até chegam a levantar aquela duvida. Isso é um carro? Como isso anda? E tem ainda os com estilos próprios. Tunados, mexidos, fuçados ou redesenhados.

Tem os preguiçosos, que não tem o costume de lavar o carro. Por exemplo, aqueles que vão para o sitio em um fim de semana com muita chuva, e volta com o carro com uma camada bem especial de barro. Algumas pessoas até arriscam dizer que protege a pintura.

E não podemos esquecer os famosos “jeitinho brasileiro”. Bateu o carro, tá sem dinheiro para consertar, opa!!! Uma cordinha, arame ou até mesmo o fio do telefone, um pouco de Silver Tape ou fita adesiva ( em certos casos de economia, fita crepe, fita isolante...) e pronto. O importante é, enquanto não cair...

Independente de tudo, carros de rua são aqueles que nós temos em nossas garagens, seja ele velho ou zero, fuçado, mexido, Inteiro ou amassado. É a nossa paixão. É o que nos leva a qualquer lugar. Afinal de contas, ele é pra isso, ou estou enganado???

Deixe um comentário